Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 28/08/2020 14:21
Por: Fabricio Ceolin

Internet via satélite é instalada na casa de menino que estudava em barraca

O estudante Alan Somavilla afirma que no futuro pretende ser advogado. O presidente da OAB Gaúcha, Ricardo Breier, fez contato com o menino por videoconferência.

  • Casa recebeu internet via satélite
  • Barraca em que Alan estudava
  • Alan agora estuda dentro de sua casa.

O  estudante Alan Somavilla, de 11 anos, morador de Linha Somavilla, virou notícia nacional após ter sua história contada no programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM. Sem internet em casa, com as aulas suspensas por causa da Covid-19, o pai do menino montou uma barraca de paus e lona no meio da lavoura para o filho acompanhar as aulas online, onde o sinal era melhor.

Agora, o menino não precisa mais enfrentar o frio, vento, chuva para estudar na barraca improvisada porque o sinal precário de internet na casa dele foi resolvido, nesta quinta-feira (27), por meio de uma rede de solidariedade. Uma empresa com sede na cidade de Valinhos, no interior de São Paulo, doou e instalou os equipamentos de internet via satélite para a família.  O aluno, que está na 6ª série, conseguiu assistir as aulas, dentro de casa, e diz estar feliz porque agora pode estudar dentro de casa.

Comovidos com o esforço da família humilde, internautas se reuniram e criaram uma vaquinha virtual para arrecadar fundos para melhorar as condições da família Somavilla. A vaquinha tem a intenção de construir uma casa melhor onde possa viver bem e, principalmente, para que o Alan tenha um espaço legal para estudar”, diz o anúncio feito no site “Vooa”. Até bem pouco tempo atrás, a família não tinha ao menos telefone celular. A aquisição de telefone usado foi feita para tentar garantir o acesso do jovem aos conteúdos de sala de aula. Além de melhorar o espaço para os estudos do jovem, a vaquinha pretende adquirir um notebook para que Alan possa estudar com maior conforto. Até a manhã de hoje (28), a vaquinha já havia arrecadado quase R$ 75 mil reais.

O estudante Alan Somavilla afirma que no futuro pretende ser advogado. O presidente da OAB Gaúcha, Ricardo Breier, fez contato com o menino por videoconferência. Tocado pelo sonho de Alan e pelo empenho de seus pais para não o afastar dos estudos, apesar das dificuldades, Breier ficou curioso para saber de onde veio a inspiração do menino em querer exercera profissão da advocacia. A diretora da Escola Estadual Itaúba, Giovana Carvalho Dalcin, levou Alan e os pais até a escola para poder ocorrer o encontro virtual. A professora agradeceu pela oportunidade e pelo apoio dado pela OAB/RS.

Ao ouvir que o menino deseja “ajudar os injustiçados”, Breier também lembrou que a advocacia tem muitas outras áreas de atuação, bem como o convidou a conhecer a sede da Ordem futuramente. “Um advogado tem várias funções como ajudar pessoas, conciliar problemas. Vendo tua história e teu esforço, tenho certeza de que és ideal para essa bela profissão. Então não desista jamais e conte conosco, pois também espero poder entregar tua carteira da OAB lá na frente”, disse o presidente da OAB gaúcha.