Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Saúde 12/07/2018 14:41
Por: redacao

Hospital de Tupanciretã suspende visitas hospitalares devido a um caso de gripe A

A presença de acompanhantes continua liberada. Segundo a gestora do hospital, Alanna Bernardi, não há uma previsão de liberação de visitas no hospital.

O Hospital de Caridade Brazilina Terra, de Tupanciretã, suspendeu, as visitas hospitalares. De acordo com a gestora do hospital, Alanna Bernardi, a medida, comunicada cerca de uma semana depois da confirmação de que um menino de 12 anos morreu devido à gripe (tipo H3N2, um subtipo da gripe A) é para prevenir a transmissão do vírus dentro da casa de saúde. A presença de acompanhantes continua liberada. Segundo Alanna, não há uma previsão de liberação de visitas no hospital.

A gestora ainda salienta que a medida é válida para todos os pacientes da casa de saúde. Na semana passada, a Secretaria de Saúde de Tupanciretã confirmou que um menino de 12 anos morreu por vírus H3N2, um subtipo do vírus Influenza A. De acordo com o secretário de Saúde de Tupanciretã, Ezequiel Franceschette Cella, a confirmação foi feita pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde, por meio de exames encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul.

Segundo uma tia de Taylor Santos da Rocha, ele consultou em um posto de saúde do município no dia 26 de junho, onde recebeu o diagnóstico de gripe, foi medicado e voltou para casa. Como não apresentou melhoras, na sexta-feira ele foi levado pela mãe até o plantão do Hospital de Caridade Brasilina Terra, com dor de garganta e febre, foi atendido e voltou para casa. Uma médica pediu o raio-X do pulmão e suspeitou que fosse H1N1.

No domingo, ele piorou, e uma ambulância encaminhou o menino para Santa Maria. Na mesma noite, Taylor foi encaminhado para Canoas, mas acabou não resistindo e morreu perto do meio-dia de segunda-feira. Ele foi sepultado na tarde de terça-feira, dia 3, no Cemitério Municipal de Tupanciretã.