Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 19/05/2020 13:43
Por: Fabricio Ceolin

Sistema de videomonitoramento foi tema de mais uma reunião em Sobradinho

Em Sobradinho já está sendo instalado o sistema de câmeras de segurança na área central da cidade e nos principais acessos da cidade. Este projeto faz parte de uma iniciativa do Governo do estado com recursos federais.

A proposta de instalação de câmeras de monitoramento em parceria com a comunidade foi novamente discutida, ontem à tarde, na Câmara de Vereadores. O Projeto Sobradinho Mais Seguro vem sendo debatido há alguns meses, e usa como exemplo outros municípios do Estado que já tem em funcionamento o monitoramento eletrônico comunitário. Os vereadores Tuki Siman e Valdecir Bilhan visitaram a cidade de São Gabriel onde projeto semelhante vem auxiliando no combate à criminalidade. Nesta proposta, além de câmeras instaladas por entidades e administração municipal, as câmeras residenciais são igualmente utilizadas.

Em Sobradinho, a sala de vídeo-monitoramento terá como base a Brigada Militar. O Tenente Jerônimo Jesus Dalberto salientou a importância do monitoramento eletrônico, que tem como objetivo coibir o crime antes que ele aconteça e solucionar crimes depois de cometidos, identificando envolvidos e possíveis rotas de fuga. Para isso, pontos estratégicos deverão ser apontados, tanto pela Polícia Civil quanto pela Brigada Militar, onde serão instaladas as câmeras. Estiveram presentes no encontro representantes de entidades, sindicatos, polícia e administração municipal, além dos vereadores que apresentaram o projeto. O próximo passo será a discussão em torno de valores para o projeto sair do papel. 

Em Sobradinho já está sendo instalado o sistema de câmeras de segurança na área central da cidade e nos principais acessos da cidade. Este projeto faz parte de uma iniciativa do Governo do estado com recursos federais. Estas imagens das ruas também irão para uma central na sala de operações no quartel da Brigada Militar. O prazo máximo para que o sistema entre em funcionamento é julho deste ano.   Este projeto vem senso desenvolvido desde 2017, e terá investimento de R$ 266 mil  reais na instalação das seis câmeras e R$ 110 mil reais na sala de vídeo-monitoramento, um total de 377 mil reais.

Conforme o coronel Valmir José dos Reis, comandante regional da Brigada Militar, a previsão é de que todo o sistema de cercamento eletrônico da região, além do acompanhamento pelas salas de cada município, seja espelhado para a sede do Centro Integrado de Operações e Emergência, em Santa Cruz.