Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 15/05/2019 13:46
Por: Redação

Grito de Alerta: manifestantes percorrem ruas de Santa Cruz

Segundo os organizadores cerca de 10 mil pessoas participam do movimento.

  • Fotos: Talita Gehlen Relações Públicas da FETAG

Lideranças e produtores rurais da região estão mobilizados pela valorização dos agricultores familiares, por políticas públicas e contra a perda de direitos da Reforma da Previdência Social. O ato, denominado de Grito de Alerta, está em andamento nesta quarta-feira (15) em Santa Cruz do Sul, As caravanas foram recepcionadas no Parque da Oktoberfest. Às 10 horas, o grupo saiu em caminhada, passando pelo SindiTabaco onde reivindicou melhoria na compra e uma negociação justa na comercialização do tabaco. Depois, os manifestantes foram até o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal para cobrar mais recursos para a habitação rural, crédito fundiário e plano safra. Em frente ao INSS protestaram contra a reforma da Previdência. Segundo os organizadores cerca de 10 mil pessoas participam do movimento.

A 9ª edição do Grito de Alerta, lançada em março, reúne agricultores e lideranças de vários municípios do Vale do Rio Pardo, Centro Serra e Baixo Jacuí. Ao mesmo tempo em que ocorre o ato em Santa Cruz, uma comissão está reunida com representantes do governo debatendo os principais pontos, como: a manutenção dos direitos previdenciários, garantia de recursos financeiros para o plano safra 2019/2020, desburocratização e ativação imediata do crédito fundiário, garantia de recursos e reativação imediata do Programa Nacional de Habitação Rural e a garantia dos repasses por parte da União para custeio na área da saúde. O Grito de Alerta é uma realização da Fetag, em parceria com as macros regionais central e missões fronteira noroeste, regionais sindicais e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.