Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Polícia 28/03/2020 11:15
Por: Redação

Série de crimes nos últimos 24 meses intriga a Polícia Civil de Rio Pardo

Segundo o delegado Anderson Faturi, em todas as sete vezes, houve incineração parcial ou total do corpo.

Uma série de crimes nos últimos 24 meses intriga a Polícia Civil de Rio Pardo. A semelhança das ações e os antecedentes das vítimas levam as autoridades a acreditar que as ocorrências tenham ligação, embora a autoria ainda não tenha sido descoberta. A última morte foi registrada na noite de quinta-feira (26), à margem da BR-471. Excluindo este homem, que ainda não foi identificado, todos os outros tinham histórico de tráfico de drogas. Segundo o delegado Anderson Faturi, em todas as sete vezes, houve incineração parcial ou total do corpo.

Isso leva a Polícia a uma ideia de que pode se tratar de um mesmo executor ou de uma mesma facção. O delegado acredita que uma quadrilha ligada ao tráfico esteja realizando esses homicídios. Anderson Faturi salienta que após descobrir a autoria de um deles, será possível resolver todos os demais. Mas, por enquanto, segundo ele, “são apenas suspeitas e linhas de investigação". Linhas que também não descartam a relação das execuções com uma tentativa de homicídio registrada ontem em Rio Pardo. Um dos dois homens baleados na ERS-403 tem antecedentes por tráfico de drogas.