Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 17/02/2020 21:06
Por: Redação

Vereador Librelotto questiona prefeito Maninho sobre investimento particular em Cachoeira do Sul

Lembrou que Trevisan criticou o ex-prefeito Miguel Vieira, dizendo que não deu apoio suficiente para que ele instalasse a fábrica de concretos em Sobradinho

  • Vereador Eder Librelotto. Foto: Romar Rigon - Arquivo
  • Foto: Fabricio Ceolin

Os vereadores de Sobradinho estiveram reunidos no início da noite desta segunda-feira (17), na 3ª sessão ordinária deste ano. Foram aprovados por unanimidade projetos que autorizam a contratação de uma doméstica, um monitor de transporte e um professor com formação em pedagogia para atuar como monitor em oficinas de música.

Também aprovado projeto de lei que destina R$ 36 mil reais para o Carnaval Fora de época de Sobradinho. Baixou em comissão novamente, projeto de lei que dispõe sobre a regularização de imóveis e edificações clandestinas e irregulares. Também baixou a emenda de autoria do vereador Tuki Siman, referente que traz modificações a este projeto.

Moções:

De autoria da vereadora Max Trevisan, foi aprovada moção de congratulação ao Programa União Faz a Vida. Também aprovada Moção de reconhecimento de autoria do vereador Tuki Siman, ao senhor Hércules Emmanouilides (Grego).

Explicações pessoais:

No período de explicações pessoais, o vereador Jeferson Matana (PSB), voltou a cobrar a compra de um caminhão pipa para atender as comunidades da região, devido à estiagem. Conforme Matana, mesmo que o prefeito Maninho Trevisan tenha se colocado à disposição para a compra de um tanque, lembrou que os Bombeiros de Sobradinho estão com baixo efetivo.  Destacou que a responsabilidade do atendimento é dos municípios que decretaram situação de emergência, e não dos bombeiros que são voluntários e nada recebem para trabalhar. Disse que o caminhão pipa após atender a estiagem, poderia ser cedido aos Bombeiros para ser ocupado em caso de sinistros e quando precisasse, as prefeituras fariam uso.

Valdecir Bilhan (Cili) (PTB), Parabenizou as escolas de samba de Sobradinho pela apresentação no Carnaval fora de época. Revelou que obteve a informação de que os dois médicos peritos do INSS de Cachoeira do Sul irão se aposentar. Manifestou preocupação de como ficarão os procedimentos de aposentadorias e revisões de benefícios, e pediu que seus colegas busquem também contatos políticos para reverter a situação. Falou ainda sobre o endividamento dos aposentados, principalmente com empréstimos consignados.

Tuki Siman (PDT), em sua manifestação deu ênfase a sua indicação, a qual sugere que moradores e comerciantes que instalarem cisternas, ganhem desconto no IPTU. Salientou ser um projeto importante, para garantir o futuro da água. 

Eder Librelotto (PP), parabenizou a invernada juvenil no CTG Galpão da Estância, a qual conquistou o 1º lugar no rodeio internacional  do CTG de Soledade no último final de semana. Sobre o carnaval, destacou que as escolas de samba promoveram um espetáculo, porém muitas pessoas que assistiram ao evento, não souberam levar o lixo para as lixeiras, atitude repudiada por Librelotto. O vereador disse ter ouvido a notícia de que a empresa de concretos pertencente ao prefeito Maninho Trevisan, irá instalar uma filial em Cachoeira. Lembrou que Trevisan criticou o ex-prefeito Miguel Vieira, dizendo que não deu apoio suficiente para que ele instalasse a fábrica de concretos em Sobradinho na época, e por isso a levou para Candelária. Questionou porque agora que Trevisan é prefeito, não optou por Sobradinho, já que poderia gerar emprego, impostos e renda ao município.

Luiz Freitas (PP), trouxe números do carnaval, o qual revelou que pelo menos R$ 150 mil reais giraram no comércio da cidade e cerca de 18 mil pessoas estiveram presentes nos dois dias de apresentações. Destacou que Sobradinho tem um potencial turístico com o carnaval fora de época.  

O presidente do Legislativo Elemar Lazzari (MDB), disse ter ouvido elogios e críticas ao carnaval, como a falta de banheiros químicos. Salientou ser um evento com grande potencial turístico.  Sobre a seca que afeta a região, disse que a quebra somente na lavoura de soja é de 30%. Pediu aos produtores rurais que reativem suas vertentes, pois muitos não pensaram que a seca viria algum dia. O parlamentar também falou sobre o potencial das agroindústrias, que tem se tornado uma opção no meio rural.