Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 04/02/2019 14:13
Por: redacao

Obras na Câmara devem custar pouco mais de 38 mil reais

Tuki Siman ressaltou que está dando expediente durante as manhãs, e convidou a população a visitar a Câmara de Vereadores de Sobradinho.

O presidente do Legislativo Municipal de Sobradinho confirmou nesta segunda-feira (04) as mudanças que pretende implementar durante sua gestão. Falando ao programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM, Tuki Siman, disse que vai propor que as sessões ordinárias passem de segunda-feira às 18 horas, para terça-feira às 19 horas. Isso, segundo ele, vai possibilitar que projetos possam ser apresentados no início da semana, e votados no dia seguinte. Atualmente, até é possível ser apreciado no mesmo dia, desde que em regime de urgência e que haja consenso para que as comissões emitam seus pareceres na mesma sessão.

O presidente da Câmara também pretende reduzir o recesso parlamentar de dois meses, em janeiro e fevereiro, para apenas um mês, em janeiro. As mudanças dependem de alteração do regimento interno e precisam passar por votação no plenário. Tuki confirmou também que vai comprar um notebook para cada vereador. Segundo ele, isso irá gerar economia com o fim da impressão de projetos e demais papéis. Com relação as reformas do plenário, o vereador lamentou algumas insinuações feitas nas redes sociais de supostas irregularidades. Segundo ele, todo o processo é transparente e tem acompanhamento da assessoria jurídica. Tuki Siman ressaltou que a troca do piso é necessária, porque o material usado anteriormente não era de boa qualidade e está se soltando. Já a substituição das placas de MDF nas paredes ainda está em estudos, uma vez que elas estão empenando.

O vereador também explicou que pretende transferir a galaria dos Ex-presidentes da sala da presidência para o plenário. Segundo ele, isso é necessário porque onde estão, praticamente não são vistos pelo público. Também haverá melhorias na cozinha e sala da presidência. Quanto a sonorização, que não estava prevista inicialmente, possivelmente será trocada, uma vez que a Câmara é utilizada por várias entidades, e muitas o som deixa a desejar. O valor gasto nas obras será de 29 mil e 600 reais. Segundo o assessor jurídico do Legislativo, Rogerinho Carniel, houve dispensa de licitação, uma vez que o valor não atinge o teto de 33 mil reais, previsto na Legislação. Para a troca de mobiliário, o gasto será de 9 mil reais, também, sem licitação por ser inferior ao teto, neste caso, de 17 mil e 600 reais. As obras geraram algumas críticas nas redes sociais. Tuki Siman ressaltou que está dando expediente durante as manhãs, e convidou a população a visitar a Câmara de Vereadores de Sobradinho.