Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 20/04/2019 12:07
Por: Redação

Técnico da COTRIEL avalia lavouras de soja

Segundo Edenilson Provensi, “esta situação ocasionou muitos fungos nas lavouras, e numa boa parte, o produtor teve que fazer o replantio”.

Para o técnico agrícola da COTRIEL, Edenilson Provensi, o ano foi meio atípico para os produtores de soja, uma vez que a dificuldade inicial foi fazer o plantio devido ao excesso de umidade, causado pelas chuvas fortes registradas entre o final de outubro e o início de novembro, período predominantemente utilizado para a implantação das lavouras. Segundo ele, “esta situação ocasionou muitos fungos nas lavouras, e numa boa parte, o produtor teve que fazer o replantio”.

Quanto à produtividade, o técnico enfatizou que na região da Espumoso, o mais crucial para reduzir a média geral de produtividade foram as chuvas mais escassas registradas em fevereiro, mês que chegou a ficar 23 dias sem precipitação. Isso, segundo Provensi, é um período significativo, que somado com altas temperaturas e falhas nas lavouras causadas pelo replantio, fungo ou morte da planta, deve fazer com que a perda seja de cerca de 10%.