Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 02/01/2020 15:02
Por: Redação

Cultura da soja no Brasil segue considerada como a principal em extensão de área e volume de produção

Brasil teve na safra 2016/2017 uma produtividade média de 3.362 kg por hectare, segundo a Embrapa

A cultura da soja no Brasil segue considerada como a principal em extensão de área e volume de produção. Segundo maior produtor mundial, atrás apenas dos Estados Unidos, o Brasil teve na safra 2016/2017 uma produtividade média de 3.362 kg por hectare, segundo a Embrapa. Dados recentes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontam que a produção brasileira na temporada 2019/2020 deverá ficar em 121,09 milhões de toneladas.

Se a projeção se confirmar, haverá um aumento de 5,3% quando comparado à temporada anterior (2018/2019). Diagnosticada pela primeira vez no Brasil em 2001, a ferrugem asiática segue como uma das principais preocupações do produtor de soja. Seu principal dano é a desfolha precoce, o que impede a completa formação dos grãos e, consequentemente, causa a redução da produtividade. Em termos climáticos, a falta de chuva já comprometeu o início da safra 2019/2020, que teve seu início tardio em estados como Santa Catarina e em um de nossos vizinhos latinos, o Paraguai.

Desta forma, a atenção direcionada para a soja deve ser redobrada uma vez que o patógeno se desloca pelo ar e, principalmente, nessa época é muito comum que se espalhe rapidamente por conta dos ventos. Já no início de dezembro, os três estados do Sul do país (RS, SC e PR) confirmaram registro dos primeiros focos de ferrugem asiática.