Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 23/06/2020 14:04
Por: Redação

Covid-19: Governo mantém decisão e Centro Serra passa para a bandeira laranja

O Gabinete de Crise do Piratini analisou nesta segunda-feira (22) os 30 recursos recebidos de associações e municípios.

O governador Eduardo Leite definiu que somente a região de Palmeiras das Missões foi retirada da vigência da bandeira vermelha e volta para a laranja dentro mapa do modelo de Distanciamento Controlado contra a Covid-19 no Rio Grande do Sul. As regiões de Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas ficam sob vigência da bandeira vermelha a partir desta terça-feira (23). O mesmo valerá para Pelotas, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul, que passaram de amarela para laranja. Com isso, os municípios do Centro Serra, que fazem parte da região de Cachoeira do Sul, passam da bandeira amarela para a laranja.

O Gabinete de Crise do Piratini analisou nesta segunda-feira (22) os 30 recursos recebidos de associações e municípios. A progressão de Palmeiras das Missões ocorreu porque a área apresenta um nível de controle sobre o coronavírus e pelo aumento de disponibilidade de leitos nos hospitais para pacientes com a doença. Houve, porém, outra mudança nos critérios do Distanciamento Controlado. A partir de agora, os municípios gaúchos que estão na bandeira vermelha poderão utilizar os protocolos da bandeira laranja caso apresentem, dentro de 14 dias, nenhum óbito e hospitalizações por Covid-19.

Nesta rodada, 37 municípios se encontram nessa situação: Arambaré, Arroio do Sal, Arroio dos Ratos, Balneário Pinhal, Barão, Barão do Triunfo, Butiá, Capela de Santana, Capivari do Sul, Cerro Grande do Sul, Chuvisca, Dom Feliciano, Dom Pedro de Alcântara, Harmonia, Itati, Mampituba, Maratá, Morrinhos do Sul, Morro Reuter, Mostardas, Nova Hartz, Palmares do Sul, Pareci Novo, Presidente Lucena, Salvador do Sul, São Jerônimo, São José do Hortêncio, São José do Sul, São Pedro da Serra, Sentinela do Sul, Sertão Santana, Tabaí, Tapes, Tavares, Três Forquilhas, Tupandi e Xangri-Lá.

O governador ainda enfatizou medidas para as cidades que estão sob a bandeira vermelha para evitar aglomerações como a limitação de 30 pessoas em missas e cultos religiosos e o atendimento individual nas academias. Bancos e lotéricas poderão seguir orientações municipais. Já aos restaurantes segue sendo permitido apenas o funcionamento no sistema pague e leve e na tele-entrega. Com a passagem do Centro Serra para a bandeira laranja, os prefeitos devem avaliar a possibilidade da emissão de eventuais decretos ajustando as determinações exigidas para cada segmento da economia regional.