Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Saúde 19/03/2020 08:07
Por: Redação

Sobradinho conta com um caso considerado suspeito de coronavírus

Trata-se de uma mulher com idade entre 30 e 40 anos que voltou de viagem por diferentes cidades do Rio Grande do Sul, entre elas, Capão da Canoa e Porto Alegre.

O município de Sobradinho conta com um caso considerado suspeito de coronavírus. Trata-se de uma mulher com idade entre 30 e 40 anos, moradora de Capão da Canoa, e que veio à Sobradinho a trabalho. Ela apresentou tosse seca, febre alta e dor para respirar. Falando ao programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM, o médico Marcelo Silva, responsável técnico pelo Hospital São João Evangelista, disse que a paciente está internada num dos leitos de isolamento.

Embora não tenha vindo do exterior, ou de outro estado em situação mais grave, o médico considera necessário fazer o teste porque entende que tudo indica que ela tenha tido contato com pessoas contaminadas. Já o Gerente Administrativo da Casa de Saúde, Alex Schefer, disse que o Hospital seguiu o protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde. Ele também salientou que foram adotadas novas medidas de prevenção como uma sala de espera separada, para possíveis casos de coronavírus, no Pronto Atendimento. Além disso, reforçou a segurança para controlar a entrada e saída de pessoas. Marcelo Silva explicou que foi feita a coleta de secreções para exames de comprovação da doença. Todas as visitas estão proibidas.

Também falando à Rádio Sobradinho a enfermeira Roberta Motta Holzschuch – responsável técnica da Secretaria da Saúde, discordou da posição do médico. Ela disse que o Hospital tomou as medidas corretas, mas que este não é um caso que se enquadra nos critérios para ser submetido a exames. Conforme ela, devido ao número insuficiente de testes no País, o Ministério da Saúde, definiu que eles só deverão ser utilizados para pessoas que apresentam os sintomas característicos, e tenham retornado de viagem ao exterior.

 Segundo a enfermeira será um desperdício coletar o material e destina-lo para exame, uma vez que o Laboratório Central do Estado irá descartar o material sem fazem a análise. Roberta Motta Holzschuch tranquilizou a população afirmando que quando surgirem casos concretos, isso será informado. Ao mesmo tempo, ela disse que a Secretaria da Saúde de Sobradinho está monitorando várias pessoas que retornaram de viagem, entre elas, trinta que estiveram no exterior.

Estas pessoas assumiram o compromisso de ficar em isolamento domiciliar por, no mínimo, uma semana. Quanto a um ônibus de lojistas de Sobradinho, que estaria voltando de compras em São Paulo, a enfermeira disse que não tem conhecimento, mas, se isso, for verdade, estas pessoas também devem ficar em isolamento domiciliar.