Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 12/12/2020 13:05
Por: Redação

Vale do Rio Pardo já tem 40% da safra de tabaco colhida

Em termos de área, houve uma redução de 6%.

A perspectiva de uma nova estiagem fez com que a produção do tabaco se antecipasse em grande parte das regiões no Vale do Rio Pardo. De acordo com levantamento realizado pela Afubra, cerca de 40% do tabaco já havia sido colhido até 5 de dezembro e com boa qualidade. Segundo a Associação dos Fumicultores do Brasil, a primeira estimativa para a safra de tabaco 2020/2021 é 606.952 toneladas, nos três estados do Sul do Brasil, o que significa uma redução de 4% comparado à safra passada, que fechou em 633.021 toneladas. Em termos de área, houve uma redução de 6%, passando de 290.397 hectares para 273.356 hectares neste ciclo. Já a expectativa de produtividade é de 2.220 kg/ha, que pode sofrer alterações, dependendo do clima.

Conforme o presidente da Afubra, Benício Werner, as chuvas de fim de novembro e em dezembro estão recuperando lavouras. Ele destaca que a equipe de campo da Afubra terminou a pesquisa do custo de produção no dia 30 de novembro e agora está apurando os resultados. Segundo Benício Werner, “a Afubra optou por fazer o custo de produção em novembro, pois, o que mais impacta é a mão de obra (56%), e essa é usada no período da colheita, que inicia em novembro.

Por isso, o custo de produção só é conhecido em dezembro”. Assim que o custo de produção for finalizado, a Afubra irá se reunir com as Federações dos Sindicatos Rurais e Federações dos Trabalhadores Rurais para debater sobre o reajuste do preço. Após, irão ocorrer reuniões com as empresas fumageiras.