Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 05/11/2018 14:28
Por: redacao

Temporais de granizo causaram estragos em 9 mil 149 lavouras de tabaco na safra atual

A expectativa da Afubra é de que a avaliação de todos os danos seja concluída em uma semana. Por enquanto, não há estimativa do valor do prejuízo.

Os temporais de granizo já causaram estragos em 9 mil 149 lavouras de tabaco na safra atual, nos três estados do Sul do País. Pelo menos 3 mil 820 delas são do Vale do Rio Pardo e foram danificadas durante a tempestade da última terça-feira (30). No mesmo período do ano passado, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná já registravam prejuízos em 12 mil 963 plantações. Embora o número atual seja inferior ao da safra passada, o prejuízo deve ser maior.

Segundo o gerente técnico da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Paulo Vicente Ogliari, “isso se deve ao estágio em que o tabaco se encontrava no dia do temporal”.  De acordo com balanço feito pela Afubra no fim da manhã de sábado, no Vale do Rio Pardo, o município com maior número de lavouras de tabaco afetadas terça-feira é Venâncio Aires, onde pelo menos 650 plantações foram danificadas. Depois, aparece Candelária, com 443; Santa Cruz (420), Vale do Sol (368), Vera Cruz (362), Cerro Branco (193), Sinimbu (191), Herveiras (184), Paraíso do Sul (162), e Agudo (90).

Outros municípios tiveram danos em menor quantidade. Fora os estragos nas lavouras, também foram registrados prejuízos em estufas de tabaco. Conforme Ogliari, no Vale do Rio Pardo foram 89 destelhamentos. A expectativa da Afubra é de que a avaliação de todos os danos seja concluída em uma semana. Por enquanto, não há estimativa do valor do prejuízo.