Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 02/01/2019 14:12
Por: redacao

Plantio de soja na safra 2018/2019 no Vale do Rio Pardo e Centro-Serra está sendo concluindo

No total, as duas microrregiões devem cultivar 236 mil e 200 hectares – 13 mil 350 hectares a mais do que na safra 2017/2018.

O plantio de soja na safra 2018/2019, no Vale do Rio Pardo e Centro-Serra, está sendo concluindo.Conforme o Zoneamento Agrícola de Risco Climático, a semeadura começou em outubro e já está praticamente encerrada. No total, as duas microrregiões devem cultivar 236 mil e 200 hectares – 13 mil 350 hectares a mais do que na safra 2017/2018. O município com maior área cultivada é Rio Pardo.

Conforme o agrônomo Josemar Parise, assistente técnico regional em produção vegetal da Emater de Soledade, a falta de chuvas nos últimos 15 dias vinha atrasando a finalização do plantio, especialmente em Rio Pardo e Encruzilhada do Sul. Agora, com as recentes precipitações, a tendência é de que os agricultores consigam dar continuidade ao trabalho no campo. Parise destaca que as chuvas volumosas também devem atender à demanda da cultura, que aumenta nesta época do ano. Segundo ele, o desenvolvimento da soja está dentro da normalidade.

O agrônomo garante, ainda, que as perspectivas de produção são boas caso o fenômeno El Niño se confirme, provocando mais chuvas. A perspectiva é de uma produtividade de três toneladas – ou 50 sacos – por hectare. Parise ressalta que os sojicultores também contam com o preço favorável por conta de um mercado sólido, principalmente na Ásia. Segundo a Cotriel, a saca de 60 quilos de soja está cotada a 70 reais e 50 centavos.