Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Saúde 17/03/2020 14:37
Por: Redação

Está faltando medicamentos e álcool gel nas farmácias de Sobradinho

Também há falta de máscaras cirúrgicas em alguns estabelecimentos.

Já está faltando medicamentos e álcool gel nas farmácias após as medidas de contenção ao coronavírus. Conforme levantamento realizado pela reportagem das Rádios Sobradinho e Jacuí na manhã desta terça-feira (17), apenas uma farmácia da cidade tem disponível em estoque álcool gel, e a venda está sendo limitada em 1 frasco por cliente. As demais farmácias estão aguardando a chegada do produto das distribuidoras, sendo que algumas nem mesmo possuem previsão de reposição do estoque.

Também há falta de máscaras cirúrgicas em alguns estabelecimentos. Conforme apurado também por nossa reportagem, é grande a procura dos clientes por Bálsamo Alemão e Gratia Probatum, medicamentos antigos, fontes de vitamina E, que aumentam a imunidade. Também já está havendo falta destes produtos.  É grande a procura por suplementos a base de vitamina C. Conforme os profissionais do setor farmacêutico de Sobradinho, os clientes estão sendo orientados quanto aos procedimentos e medicamentos que podem ser utilizados, sendo que em caso de sintomas, o paracetamol e alguns antiflamatórios são indicados, e lembram que o ibuprofeno e corticoides não devem ser utilizados em caso de sintomas do coronavírus. 

Há grande tendência da falta de medicamentos nos próximos dias, pois muitos remédios são obtidos através de importação, e não estão mais disponíveis nas distribuidoras. Conforme a enfermeira Roberta Motta Holzschuh, enfermeira chefe do Posto Central, os alcool 70 liquido, pode ser utilizado na higienização. Na falta de álcool, a orientação é lavar bem as mãos. Com a grande procura por álcool gel e a falta desses produtos nos mercados e farmácias, uma enxurrada de receitas caseiras de como fabricar álcool gel estão circulando na internet. Algumas receitas sugerem o uso do álcool líquido concentrado com gelatina incolor, gel de cabelo, amido de milho ou outras substâncias.

O uso do álcool líquido concentrado pode causas riscos de acidentes, incêndios, queimaduras de grau elevado e irritação da pele e mucosas. As receitas caseiras não garantem a produção de álcool com a concentração adequada para a correta desinfecção da mão e isto é um grande perigo, pois pode levar as pessoas a confiarem em algo que não possui eficácia. Dependendo dos produtos utilizados na fabricação do álcool gel caseiro ao invés de eliminar o vírus pode potencializar sua proliferação e infecção.

Além das substâncias poderem causar irritação na pele. É importante esclarecer que o álcool gel vendido em farmácias são fabricados com substâncias que garantem a estabilidade e concentração adequada para matar o vírus. Para se prevenir do coronavírus uma solução bastante eficaz é lavar as mãos com água e sabão. O vírus é extremamente sensível ao sabão e é uma forma eficaz de matar o vírus.