Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 10/02/2020 13:47
Por: Redação

Aumenta preocupação com a estiagem na região

Os Bombeiros Voluntários de Sobradinho e Arroio do Tigre tem recebido muitos pedidos de moradores que estão vendo cacimbas, vertentes e bebedouros secando.

  • Rudinei de Lima e Henrique Lindner
  • Foto: Fabricio Ceolin
  • Delmar Weide

Aumenta a preocupação com a estiagem, depois que a chuva prevista para este último fim de semana, mais uma vez foi mal distribuída na região. Em muitas localidades nem se quer choveu, enquanto em outras os acumulados foram muito baixos. Entre as localidades beneficiadas com a chuva no sábado, estão Vila Progresso e Linha Paleta, onde a precipitação chegou aos 30 milímetros.

Conforme o presidente da Regional Sindical da Fetag, a situação preocupa porque além da quebra na lavoura de fumo, também vai faltar milho para alimentar os animais. Delmar Weide em entrevista na manhã desta segunda-feira (10), ao programa Enfoque da Rádio Sobradinho, também afirmou que a lavoura de soja, apesar de viçosa, terá queda na produtividade porque a quantidade de vagens por planta é menor. Duas medidas estão sendo apresentadas pelos sindicatos ao Governo do Estado e a União: um desconto ou anistia do pagamento das sementes de milho do sistema troca-troca, e a prorrogação dos financiamentos agrícolas deste ano.

Outra situação que se agrava é a falta de água no interior para consumo. Os Bombeiros Voluntários de Sobradinho e Arroio do Tigre tem recebido muitos pedidos de moradores que estão vendo cacimbas, vertentes e bebedouros secando. Conforme o presidente dos Bombeiros de Sobradinho, no último mês foram distribuídos 70 mil litros de água.

Rudinei Carlos de Lima disse  também durante entrevista ao Programa Enfoque da Rádio Sobradinho nesta segunda-feira (10), que nos próximos dias os Bombeiros vão conversar com os prefeitos da região e sugerir que eles tentem buscar ajuda na Defesa Civil, que possui reservatórios em forma de bolsões, que podem ser utilizados pelos caminhões caçamba, para fazer a distribuição de água. Isso porque, o caminhão dos Bombeiros de Sobradinho que pode transportar água potável, possui capacidade pequena de apenas 2.500 litros, o suficiente para apenas 2 ou 3 famílias. Além disso, os Bombeiros estão com poucos voluntários, principalmente motoristas, para atender a grande demanda.

Já o Secretário da Agricultura de Sobradinho, Jair Cremonese, disse que o município aguarda a homologação do decreto de situação de emergência, para ver o que é possível obter junto ao Governo do Estado. Além disso, segundo ele, o município está com 4 retroescavadeiras trabalhando na abertura de bebedouros no interior. Quanto à conclusão da rede de abastecimento de água de Linha Apolinário, Cremonese disse que a Prefeitura apenas aguarda a liberação do projeto de engenharia da rede elétrica da RGE para o local. O poço da localidade foi aberto há 7 anos, e até hoje não entrou em funcionamento.

Segundo o secretário, na época o município tentou buscar emendas parlamentares para a construção do encanamento necessário, o que nunca se confirmou. Agora, a obra será feita com recursos próprios. O secretário garantiu que sua pasta também está empenhada para garantir a entrada em funcionamento do poço em Campestre.

Em Arroio do Tigre, os Bombeiros Voluntários também já distribuíram mais de 50 mil litros de água.