Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Assistência Social 08/11/2018 13:44
Por: redacao

5ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa será na Câmara de Vereadores

O evento terá início às 8 horas, com credenciamento, na sequência abertura oficial com pronunciamento das autoridades.

Está confirmada para nesta sexta-feira (09), na Câmara de Vereadores de Sobradinho, a 5ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa, com o tema “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”. O evento terá início às 8 horas, com credenciamento, na sequência abertura oficial com pronunciamento das autoridades. Às 9h30, destaque para o painel abordando o tema central do evento, a cargo de José Francisco Silva Dias, Mestre em Educação pela UFSM, após espaço para debates.

No período da tarde, as atividades iniciam às 13 horas, com trabalhos em grupos para a discussão dos eixos temáticos: Direitos Fundamentais na Construção e Efetivação das Políticas Públicas (subeixos: Saúde, Assistência Social, Previdência, Moradia, Transporte, Cultura, Esporte e Lazer); Educação: assegurando direitos e emancipação humana; Enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa; Os Conselhos de Direitos: seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas. Na sequência plenária final com apresentação e aprovação das propostas dos quatro eixos temáticos e escolha de dois delegados titulares e dois suplentes para a Conferência Estadual, que ocorrerá de 31 de maio a 2 de junho de 2019, em Porto Alegre.

Conforme a Secretária de Assistência Social, Saionara Soder, as Conferências são canais de participação popular para exercer o controle social das políticas públicas e da cidadania. O principal objetivo é debater os desafios e decidir prioridades, bem como propor avanços para a consolidação e ampliação das políticas públicas em prol do envelhecimento com dignidade. De acordo com dados do IBGE, o Brasil possui 208.494.900 habitantes em 2018, sendo 28 milhões de brasileiros com 60 anos ou mais. Portanto, a população idosa é hoje 13,5% da população do país.