Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 11/02/2019 14:17
Por: redacao

Vice-prefeito e secretário de Finanças responde críticas feitas pelo vereador Maninho Freitas

Armando Mayerhoffer disse que a elevação do orçamento em 150 mil, e não 200 mil como afirmou o vereador, foi uma solicitação do presidente da Câmara, Tuki Siman, do PDT.

O vice-prefeito de Sobradinho e secretário municipal de Finanças respondeu hoje as críticas feitas pelo vereador Maninho Freitas na última sexta-feira (08). O parlamentar do PP cobrou explicações do Executivo e do Legislativo sobre o aumento do orçamento da Câmara para este ano em relação ao ano passado. Falando ao programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM, Armando Mayerhoffer disse que a elevação do orçamento em 150 mil, e não 200 mil como afirmou o vereador, foi uma solicitação do presidente da Câmara, Tuki Siman, do PDT. Mayerhoffer lembrou que o Legislativo tem autonomia para definir o seu orçamento que pode chegar até 7% das receitas do Município, o que ultrapassaria os 2 milhões de reais.

O secretário esclareceu que em 2017 o orçamento da Câmara era de 970 mil, dos quais foram gastos 938 mil reais. Em 2018, o valor era de Um milhão e 50 mil reais, e o gasto atingiu 959 mil. Para ele, o vereador Maninho Freitas deveria ter apresentado uma emenda para reduzir este valor, ou ter votado contra, o que não ocorreu. O vice-prefeito lembrou ainda que tanto o Executivo, quanto o Legislativo promoveram audiências públicas para debater o orçamento. Armando Mayerhoffer ressaltou que, apesar de o orçamento da Câmara para este ano ser maior do que 2018, acredita que o presidente do Legislativo vá encontrar maneiras de economizar durante este ano.