Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 30/11/2017 14:11
Por: Redação

Prefeito Maninho Trevisan defende setor fumageiro em Brasília

Com demais prefeitos de municípios produtores de tabaco, foram debatidas duas propostas legislativas que aumentam os impostos sobre os cigarros e destinam estes recursos para financiar o Sistema Único de Saúde – o SUS.

  • Foto: Divulgação

 O prefeito de Sobradinho participou nesta quarta-feira (29), em Brasília, de audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família e  Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.

Com demais prefeitos de municípios produtores de tabaco, foram debatidas duas propostas legislativas que aumentam os impostos sobre os cigarros e destinam estes recursos para financiar o Sistema Único de Saúde – o SUS.

A Associação dos Municípios Produtores de Tabaco entende que as medidas, encarecendo o produto legal, estimulam o contrabando, enfraquecendo a cadeia produtiva.

Além da questão fiscal, o aumento do contrabando afeta diretamente a população dos 570 municípios produtores de tabaco da Região Sul representados pela AMPROTABACO. O prefeito Maninho Trevisan disse,  na audiência, que o aumento dos impostos é mais uma forma de enfraquecer a produção de tabaco, o que pode gerar muitos problemas para municípios que dependem desta cultura.

Nesta quinta-feira (30), direto de Brasília, falando ao programa ENFOQUE da Rádio Sobradinho AM, lembrou que é preciso buscar alternativas, mas enquanto elas não são economicamente viáveis, é preciso defender os produtores de tabaco.

 Maninho Trevisan revelou também que Sobradinho está buscando recursos para obras, entre elas, melhorias na pista atlética do Parque da FEJÃO e pavimentação do passeio público nos acessos da cidade.  Reafirmou que para o próximo ano a Prefeitura vai adquirir uma área para implantação de um novo Distrito Industrial.