Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Polícia 08/01/2019 13:48
Por: redacao

Homem é morto a tiros na recepção do Hospital de Candelária

Conforme informações da Brigada Militar, Antônio Gomes Rios era detento do regime semi-aberto e ia até a frente da casa de saúde para atualizar a tornozeleira eletrônica.

  • Crime ocorreu em Candelária. Foto: Arzélio Strassburger/Bombeiros de Candelária
  • Porta foi atingida pelos disparos. Foto: reprodução Whatswapp

Um homem de 48 anos foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (08) na recepção do Hospital Candelária, na Rua Marechal Deodoro, no centro da cidade. Conforme informações da Brigada Militar, Antônio Gomes Rios era detento do regime semi-aberto e ia até a frente da casa de saúde para atualizar a tornozeleira eletrônica. O homem, que morava no interior, precisava ir até a cidade para conseguir atualizar o sistema de monitoramento.

Um dos suspeitos desceu da moto e descarregou a arma em direção a Rios. Depois, voltou no veículo, pegou outra arma, e atirou novamente contra ele. A vítima ainda tentou entrar no hospital em busca de socorro, no entanto, o atirador conseguiu atingi-lo outra vez. A suspeita é que tenha sido usado um revólver calibre 38. A vítima foi atingida por, pelo menos, cinco disparos. Há marcas de bala nas paredes da casa de saúde. Os autores do crime fugiram e ainda não foram localizados. O corpo de Antônio foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Cachoeira do Sul.

Rios já havia sofrido uma tentativa de homicídio na frente do Presídio Estadual de Candelária, em 2018, quando três pessoas foram mortas - dois homens morreram na hora e uma mulher foi baleada e faleceu tempo depois. Ele foi o único que conseguiu escapar. Conforme o capitão da Brigada Militar Renan Dutra, o local de atualização da tornozeleira - antes realizada no presídio - foi trocado para o hospital após as mortes. De acordo com o capitão, o homem morto nesta terça-feira tem antecedentes por dois homicídios e porte ilegal de arma de fogo. Antônio Rios já havia sofrido uma tentativa de homicídio em maio do ano passado, quando a companheira dele foi morta a tiros na localidade de Arroio Lindo.

Na ocasião, cinco homens armados chegaram ao local e mataram Vanderleia Maria Cortês, de 51 anos. Ele estava na residência com a mulher, mas conseguiu fugir. No dia seguinte ao crime, Rios estava em frente ao Presídio Estadual de Candelária quando três pessoas foram mortas, e seu irmão Vilmar Gomes de Rios, foi atingido por um tiro no abdômen, mas conseguiu correr e se esconder nas proximidades. Na ocasião, segundo o delegado Rodrigo Marquardt da Silveira, o alvo não seria Antônio.