Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 22/08/2019 14:37
Por: Redação

Apenas cinco testemunhas foram ouvidas na primeira Audiência da Operação Fogo Fátuo

A audiência de instrução ocorreu nesta quarta-feira (21), no Fórum da Comarca de Agudo. A sessão iniciou pouco passado das 10 horas e, encerrou já no período da noite.

Depois de quase oito horas, apenas cinco testemunhas foram ouvidas na primeira audiência que diz respeito a Operação Fogo Fátuo. A audiência de instrução ocorreu nesta quarta-feira (21), no Fórum da Comarca de Agudo. A sessão iniciou pouco passado das 10 horas e, encerrou já no período da noite. De acordo com o advogado Ricardo Breier, que atua na defesa do réu Moises Kilian – o Foguinho, foram ouvidas cinco testemunhas de acusação e, as demais, liberadas, e deverão ser ouvidas na próxima audiência já marcada para o dia 10 de outubro.

O advogado solicitou a soltura do vice-prefeito, que está preso preventivamente, no Presídio Estadual de Agudo. O Juiz de Direito, Jonathan dos Santos deverá examinar o pedido. Ricardo Braier ressaltou que “o ex-prefeito não exerce nenhuma função pública mais”, e acrescentou ... “se todos os réus estão cumprindo em liberdade, não é ele quem vai arcar com todo o ônus, sendo que, em alguns depoimentos, o nome de Foguinho nem foi citado”, disse o advogado.

Já o advogado, Cristiano Muller, que atua na defesa da ré, Luciana da Silva, disse estar confiante num resultado positivo. Na próxima audiência serão ouvidas as testemunhas remanescentes de acusação e mais as testemunhas de defesa. Além de Foguinho e Luciana, outros seis réus respondem ao processo: Gilberto Antônio Carpes; José Donaldo da Silva Oliveira; Leandro Cassel; José Luiz Rocha da Silva; Valdir Santos dos Passos e Lauri Adolfo Klein.