Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Política 13/03/2019 14:37
Por: Fabricio Ceolin

Assembleia Legislativa Gaúcha adotará novas regras para o auxílio mudança

Adolfo Brito afirmou que “O auxílio mudança, é utilizado pela maioria dos deputados para concluir pendências do mandato, especialmente em ano eleitoral”.

Integrantes da mesa diretora da Assembleia Legislativa Gaúcha, decidiram alterar as regras para concessão de ajuda de custo o chamado “auxílio mudança”, pago no início e no término de cada mandato. A partir de agora apenas deputados eleitos pela primeira vez receberão o benefício no começo da legislatura, e os que não forem reeleitos no final.

O presidente da assembleia deputado Luiz Augusto Lara disse que esse tema estava em discussão a mais de um mês, e o resultado é o entendimento de todos que compõe a direção da casa. A alteração no projeto da “ajuda de custo”, será formalizada por um projeto de resolução que irá para apreciação do plenário.

Na lista dos beneficiários do último “auxílio mudança” pago pela Assembleia, aparecem os Deputados Luiz Fernando Mainardi natural de Serrinha Velha/Segredo e Adolfo Brito de Sobradinho. Por terem sido reeleitos, ambos receberam um valor total de 50 mil e 600, representando o encerramento e o início da legislatura. Nesse valor, incidiu ainda os descontos de INSS e Imposto de Renda, gerando um valor líquido para quem se reelegeu de 36 mil e 700 reais. O impacto nos cofres da Assembleia Gaúcha chegou a 2 milhões e 700 mil reais.

Brito afirmou que “O auxílio mudança, é utilizado pela maioria dos deputados para concluir pendências do mandato, especialmente em ano eleitoral”. Após receber críticas e o assunto gerar polêmica nas redes sociais, o parlamentar doou metade do valor recebido, dividindo entre entidades da saúde, assistência social e para a campanha em favor do Menino Heitor de Vargas. Alguns deputados abriram mão do benefício.