Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 05/12/2015 12:03
Por: Redação

Cultura da soja tem um papel muito importante no cenário econômico de país

A cultura da soja tem um papel muito importante no cenário econômico de país. Talvez seja uma das poucas atividades que apresentam retorno financeiro e de quebra mantém positivo o saldo das exportações, sendo o Brasil um dos maiores exportadores desse grão. A avaliação é do Técnico Agrícola da Cotriel, unidade de Alto Alegre, Jéferson Antônio de Campos. Segundo ele, diante desse cenário cada incremento de produtividade obtido devido as melhorias de manejo e novas tecnologias, as pragas e doenças surgem como grande desafio aos produtores, e para a assistência técnica o manejo das lagartas sem dúvida é um grande obstáculo a ser superado. O técnico destaca que o complexo de lagartas que atacam a cultura da soja é, de certa forma, muito diverso, porque existem espécies que consomem folhas, outras que atacam os grãos influenciando diretamente a produção. Outras lagartas agem cortando plântulas, sendo, portanto, necessário entender a forma e o comportamento de cada espécie que ataca a soja. Campos salienta que nos últimos dias pode-se observar em algumas áreas o aparecimento de algumas espécies com a Lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis); Lagarta-falsa-medideira (Chrysodeixis includens); Lagarta-enroladeira (Omiodes indicata); Lagarta-das-folhas (Spodoptera eridanea), e a Helicoverpa spp. O surgimento dessas pragas deve ser acompanhado permanentemente porque elas têm um impacto muito grande, uma vez que consomem as folhas da soja. Na atual fase de desenvolvimento, é através da folha que a planta realiza a fotossíntese, que fornece energia para o seu crescimento e desenvolvimento. O técnico recomenda algumas medidas de prevenção para os produtores, como monitoramento constante da área; acompanhamento da assistência técnica para correta identificação da espécie de lagarta; aplicações de inseticidas com critério, respeitando os níveis de desfolhada da cultura, bem como a densidade populacional da praga; o uso de produtos com procedência e registro para cultura da soja, além de respeitar as doses dos produtos recomendados. Os produtores devem ainda fazer a rotação de princípios ativos e mecanismos de ação dos produtos, para minimizar os possíveis problemas de resistência. Jéferson Antônio de Campos lembra que na dúvida, o produtor deve consultar a Assistência Técnica para suporte necessário a fim de que não ocorram perdas de produtividade.