Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Rural 29/01/2020 14:06
Por: Redação

Técnico da Cotriel avalia desempenho das lavouras de soja de Arroio do Tigre

Segundo ele, as lavouras plantadas no início de outubro do ano passado, foram as que mais acabaram sofrendo perda com a estiagem registrada até o início do mês.

O técnico agrícola da Unidade da Cotriel de Arroio do Tigre, Tiago Eichelberger, avaliou o desempenho das lavouras de soja do município. Segundo ele, as lavouras plantadas no início de outubro do ano passado, foram as que mais acabaram sofrendo perda com a estiagem registrada até o início do mês. Ele observa que as últimas chuvas proporcionaram uma recuperação significativa das plantas, mas o dano já está consolidado, tanto nas áreas em fase final de enchimento de grão, quanto naquelas em que as folhas estão aparecendo.

Tiago Eichelberger salienta, no entanto, que nas lavouras cultivadas de novembro em diante, após a ocorrência de chuvas, e onde existem sementes de ciclo médio e longo, a quebra não é tão grande. Mas, com a normalização das precipitações a expectativa é conseguir uma boa produtividade. O técnico salienta ser necessário um cuidado maior com pragas como trips e ácaros, e as doenças fúngicas, como a ferrugem asiática. Quanto ao milho, outra cultura muito representativa em Arroio do Tigre, ele avalia que as variedades plantadas mais no cedo conseguiram qualidade e rendimento superiores.

Em relação a milho de silagem, a qualidade e a produção afetaram a utilização para este fim, servindo apenas para grão com produtividade abaixo da esperada. Em relação ao feijão, Tiago Eichelberger, salienta que a colheita apontou um rendimento de 20 sacas por hectare, bem abaixo do esperado na maioria das áreas.