Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Geral 23/03/2020 13:16
Por: Redação

Executivo de Sobradinho emite novo decreto com restrições ao comércio

Entre as novas determinações está a proibição do consumo de bebidas alcoólicas nos bares, restaurantes e postos de combustíveis.

O Executivo Municipal de Sobradinho emitiu um novo decreto com novas determinações a fim de coibir a proliferação do coronavírus. Segundo o secretário da Administração, Diego Batista da Silva, entre as novas determinações está a proibição do consumo de bebidas alcoólicas nos bares, restaurantes e postos de combustíveis. A venda é liberada, porém, fica proibido o consumo nestes locais, a fim de evitar aglomerações.

Já alimentos podem ser servidos nestes estabelecimentos, desde que sejam respeitados o limite máximo de 50% de ocupação do local. Bares e restaurantes também devem seguir os horários estabelecidos no decreto das 11h até às 13h e das 18h às 20h. Já os estabelecimentos que funcionam em modalidade delivery procederão com as entregas nos horários das 11h até às 14h e das 18h às 22h. As lojas de conveniências devem fechar às 19 horas. De acordo com o decreto, caso o estabelecimento não cumpra as exigências definidas, será notificado para imediatamente corrigir os problemas apontados. Se ainda assim não houver entendimento, os donos dos comércios poderão ser multados e ter os alvarás suspensos.

Além disso, uma equipe estará percorrendo os estabelecimentos comerciais repassando as orientações de funcionamento. Um sistema de moto/som foi contratado e está percorrendo as ruas a fim de conscientizar a população sobre a gravidade da situação. O secretário salienta que “quanto ao fato das pessoas estarem circulando nas ruas, isso é uma situação de consciência pessoal. Segundo ele, a prefeitura não pode impedir o ir e vir das pessoas sem que haja uma normativa do governo Federal.

Diego acrescenta que o Executivo Municipal está buscando ao máximo informar e conscientizar as pessoas da gravidade da situação. Ele lembrou ainda que cultos, em qualquer templo, estão proibidos, bem como, a abertura de salões comunitários. A prefeitura vai divulgar nos próximo dias, um número de telefone, específico para denúncias. Por enquanto, pode ser utilizado o telefone geral da administração: 3742-1098. Sobre a situação de diaristas que estão sem trabalho e sem renda para garantir sua subsistência, Diego Batista da Silva, disse que a Secretaria da Assistência Social está fazendo um levantamento da situação e deverá destinar algum tipo de auxílio.