Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Educação 25/07/2020 12:46
Por: Fabricio Ceolin

Professora de Lagoão ajuda alunos especiais a acessarem o Google Sala de Aula

Rosemar dos Santos Müller faz vídeos, áudios e recebe estudantes até em casa para auxiliá-los.

Responsável pela sala de recursos da Escola Estadual Tomás Garcia da Costa, de Lagoão, a professora Rosemar dos Santos Müller adaptou seus afazeres desde o início da pandemia para conseguir atender os alunos do Serviço de Atendimento Educacional Especializado (SAEE). A forma de ajudar os estudantes da instituição, atendida pela 25ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), varia: às vezes manda áudio, às vezes vídeos explicativos e chega até mesmo a ir à casa dos estudantes e receber em sua própria casa quem não tem internet, para ensinar a usar o Google Sala de Aula. Segundo Rosemar, o auxílio aos estudantes tem gerado bons resultados.

Além de oferecer as atividades que já oferecia na sala de recursos, a professora apoia os alunos também na adaptação às lições das aulas regulares. Um dos estudantes atendidos pela docente é Gustavo Fritsch, que tem síndrome de down e está no 4º ano da Tomás Garcia da Costa. O menino foi até a casa da professora para aprender a usar o Google Sala de Aula e, depois, Rosemar foi até a sua casa, para explicar aos pais e aos irmãos do aluno como fazer a postagem dos materiais preenchidos por Gustavo.

A diretora da instituição, Dagmar Dias da Costa, revela que a escola costuma dar auxílio para todos os alunos especiais. Lembra que quando as aulas remotas foram iniciadas, Rosemar percebeu que os pais de Gustavo estavam com dificuldade para acessar a sala virtual e ofereceu ajuda. Para Dagmar, este trabalho de acompanhamento é muito importante, pois os alunos especiais estão conseguindo interagir até mais do que nas salas normais.

O coordenador da 25ª CRE, Alaor Baptista Chagas, relata que a regional tem um trabalho muito intensivo no atendimento a alunos especiais, contando com uma orientadora especial que coordena todos os recursos e salas especiais. No total, as escolas da coordenadoria atendem 541 alunos especiais.