política

PT e PSDB pedem cassação do prefeito, vice e três vereadores de Lagoa Bonita

O Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Lagoa Bonita do Sul ajuizaram no mês de janeiro deste ano uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo contra 5 agentes políticos do Município que integraram a Coligação “Unidos Faremos Mais” (PTB/PP/PSB/PDT). A petição inicial imputa ao prefeito Gilnei Arlindo Luchese, ao vice Luiz Francisco Fagundes, e aos vereadores Alberi Santo de Oliveira, Antônio Lovatto Possebon e Jandir Raminelli, fatos que supostamente podem configurar abuso do poder econômico e corrupção. O processo arrolou 18 testemunhas. De acordo com o advogado dos autores da ação, Rogerio Barbieri Carniel, a medida foi proposta a partir de gravações de conversas feitas por um eleitor após ouvir comentários depois das últimas eleições, a respeito de que teria havido compra de votos para favorecer determinadas candidaturas. A Ação de Impugnação de Mandato Eletivo tramita em segredo de justiça, uma determinação constitucional, o que é alvo de crítica por Carniel, uma vez que, segundo o advogado, “a própria Constituição Federal prestigia o princípio da publicidade, sendo que o direito à informação é assegurado a toda a coletividade”. PT e PSDB buscam a aplicação imediata da cassação dos mandatos eletivos dos impugnados, declarando-se nulos os votos atribuídos aos cassados. A ação pede ainda a recomposição dos membros da Câmara Municipal de Vereadores e a realização de novas eleições majoritárias em Lagoa Bonita do Sul. Procurados pela reportagem das Rádios Sobradinho AM e Jacuí FM, o prefeito Gilnei e o vice Luizinho, preferiram não se manifestar e que irão consultar seus advogados. O vereador Alberi de Oliveira nega qualquer compra de votos. Antônio Lovatto Possebon nega qualquer irregularidade, alegando inclusive que não teria condições financeiras para a compra de votos. Para ele, a ação não tem cabimento. Jandir Raminelli preferiu não se manifestar sobre o assunto.

Sem Comentários
Famrácias Associadas

Relacionado por