Logo Rádio Sobradinho AM & Jacuí FM
Polícia 15/07/2017 12:19
Por: Redação

Pintor é preso por engano na Operação Vira-casaca

O alvo da operação conjunta entre Ministério Público, Polícia Civil e Brigada Militar era Marcos Roberto Cândido Alves, o Aranha, 45 anos, que é vizinho de Aquino, no Bairro Fátima.

O pintor Marcos Roberto Alves Aquino, 32 anos, foi preso por engano durante a Operação Vira-casaca, a maior ofensiva desencadeada contra o tráfico de drogas da história de Cachoeira do Sul. Mesmo sem ser investigado, ele teve a prisão preventiva decretada pela Justiça e foi levado para a cadeia na quinta-feira da semana passada, onde permaneceu até a última quarta-feira (12).

O alvo da operação conjunta entre Ministério Público, Polícia Civil e Brigada Militar era Marcos Roberto Cândido Alves, o Aranha, 45 anos, que é vizinho de Aquino, no Bairro Fátima. Além de se chamarem Marcos Roberto e residirem na mesma rua, os dois possuem um filho com o mesmo nome. Estas coincidências confundiram agentes do Gaeco, do Ministério Público, e levaram a Justiça a determinar a prisão de Aquino.

De acordo com o promotor de Justiça João Afonso Silva Baltrame, no mesmo dia da prisão foi constatado o engano e determinada a liberdade de Aquino. Aranha acabou preso no dia seguinte e está recolhido. Apesar de o erro ter sido detectado, Aquino demorou a deixar o presídio. Ele deixou a galeria do regime fechado horas após ser detido, mas foi encaminhado para o albergue, onde ficam os presos do regime semiaberto.

Aquino é apenado e usa tornozeleira eletrônica para ser monitorado pela Susepe. Assim, ele foi removido para o semiaberto pela Susepe, que solicitou na sexta-feira à Justiça a autorização para que o apenado voltasse para o monitoramento. A Susepe recebeu a autorização da Justiça na segunda-feira, dia em que foi agendada a vinda de um agente de Santa Cruz do Sul para instalar o equipamento em Aquino.

Na quarta-feira, a tornozeleira foi instalada e ele ganhou novamente a liberdade. Aquino relata estar aliviado, mas faz questão de esclarecer que não possui qualquer envolvimento com o tráfico de drogas.